Arquivos de tags: alimentação

Dieta de atleta

8 out

Ter uma dieta saudável é bom para manter uma vida e um corpo saudável, porém, o tipo de dieta varia de pessoa para pessoa e se ela pratica esportes ou não.

Vale ressaltar que a dieta de uma pessoa que pratica esporte e a de um atleta são diferentes, já que possuem objetivos diferentes. Veja a seguir como ter uma alimentação adequada para pessoas que praticam exercícios físicos.

O carboidrato é a fonte de energia mais rápida. Temos estoques em nosso organismo desse nutriente, porém são limitados, por isso fique atento com o consumo desse importante nutriente. Por isso para aqueles que desejam emagrecer, nada de fazer dietas radicais, excluindo esse ou qualquer outro nutriente.

A quantidade recomendada por dia é que seja em torno de 60% da sua alimentação diária, dando preferência por carboidratos complexos (batata, macarrão, arroz integral, pão, etc). De 1 a 2 horas antes dos exercícios o ideal é consumir pelo menos uma fonte deste nutriente e logo após também, pois antes ele te dará a energia que você precisa para gastar no exercício e depois é necessário para repor os estoques no organismo, recuperando também os músculos.

Quanto à proteína, de fato esse é um nutriente importantíssimo, a sua recomendação é de 10 a 15% da alimentação diária. Ao contrário do que muitos imaginam que devem aumentar o seu consumo, é preciso ter cautela, consumir na quantidade certa é o suficiente. Somente em alguns casos se faz necessário um consumo maior, mas isso deve ser analisado pelo nutricionista de forma presencial.

Para que haja um aumento na massa muscular é preciso ingerir quantidades adequadas de proteína e carboidrato, caso você consuma quantidade insuficiente de carboidrato, por exemplo, a proteína que deveria ser usada para o aumento de massa muscular, será usada como fonte energética.

Os alimentos fontes de proteínas (leite, iogurtes, queijos, carnes, ovos e feijões, etc.) não devem ser consumidos muito próximos do início das atividades físicas, uma vez que tem uma digestão mais lenta e podem atrapalhar o rendimento.

Outro nutriente importante são os lipídeos que também tem função energética e através deles que conseguimos obter as vitaminas lipossolúveis, A, D, E e K . Sua ingestão deve estar em torno de 25-30% da alimentação diária.

Assim como os alimentos fontes de proteínas, os alimentos que contém gorduras, por terem a digestão mais lenta, também não devem ser consumidos próximos aos horários dos exercícios.

Tendo uma alimentação equilibrada, consumindo todos os grupos alimentares: cereais, leguminosas, verduras, legumes, frutas, carnes, leite e derivados facilmente você atinge essas recomendações e terá o que você precisa para um bom desempenho nos exercícios e uma boa saúde.

Fonte: CyberDiet

Alimentação de judoca

12 jun

Vamos falar sobre algo extremamente importante em competições de Judô: a alimentação. Para nós atletas ela já é controlada no dia a dia, imagina durante uma competição! Além de suprir todas as necessidades nutricionais básicas, temos que nos preocupar com a balança para não passar do limite na pesagem da categoria que lutamos.

Um judoca pode perder entre 800 calorias e dois quilos em um dia de competição. Por causa disso é preciso fazer uma alimentação pré-competição com pouca gordura e proteína, mas muito carboidrato – fonte de energia para exercícios de longa duração – que pode ser encontrado em pães, massas ou arroz.

Para evitar o ganho de peso e dietas radicais a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) dispõem de uma nutricionista para orientar os atletas. Atualmente a responsável pela nossa alimentação é a Gisele de Paiva, ela a responsável pelo que comemos nos períodos competitivos para evitar problemas com a balança e também para alcançarmos o melhor desempenho possível. As escolhas dela variam de atleta para atleta, afinal cada um tem uma necessidade diferente. Temos direito a sobremesa, mas geralmente ficamos nas frutas, gelatinas e iogurtes, algumas vezes podemos comer doce também.

É claro que não podemos deixar de falar na hidratação, água sempre, principalmente em dias quentes. Durante competições ela deve ser consumida de 15 a 30 minutos antes da luta.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.